quarta-feira, 18 de junho de 2008

Areia . . .

Areia… que me foges por entre os dedos
Areia… que te colas no meu olhar
Areia… que descobres os meus medos
Areia… que te vergas ao mar

Areia… barro de criança a moldar
Areia… leito de amantes ao entardecer
Areia… molde do meu caminhar
Areia… onde escrevo para esquecer

Areia … Grãos de Areia… milhões de pedaços
Que ao amanhecer
Mais que milhões grãos são…milhões de abraços…


Beijos e Abraços
Das Chamas do Fénix

5 comentários:

Carla disse...

a areia sussurra-nos os murmúrios do mar e deixa espraiar em si os beijos das ondas desfeitas em espuma...
...gostei da tua imagem de milhões de abraços
beijos em grãos de areia desenhados

As Chamas do Fénix disse...

Carla

A areia enterra desejos...a areia revela pecados... a areia que molda sonhos desenhados... e é leito de amantes desalinhados...

Uma Grande Chama para ti...Beijos

Gerlane disse...

E estamos sempre a nos misturar com grãos, a pisar em grãos, a construir com grãos...

Saudades de ti!

Beijos!

Maria Manuela disse...

Pois eu nem areia nem mar.... só vejo é códigos....

bj

As Chamas do Fénix disse...

Gerlane...

Sabias as tuas palavras amiga...

Uma Grande Chama para ti ... beijos