terça-feira, 17 de junho de 2008

Mar e Amar do Fénix


Descobre o fogo nas cinzas renascidas
Sou o Fénix que sobrevoa o teu mar,
Cura as chagas… sara as feridas
Que se escondem no meu olhar.

Estende os braços ao céu
E embarca na primeira onda
Faz das minhas chamas o teu véu
Que o nosso amor não se esconda.

Amor pleno que nos abarca
A transbordar no teu leito
Desenhar em ti a minha marca
Bem junto ao teu peito!

Nas marcas da paixão se ergue a certeza
Pedaço de mim incandescente
Rumo traçado na tua natureza
Destino ardente em sol nascente!

Beijos e Abraços

Das Chamas do Fénix

6 comentários:

Paula disse...

E eis que a beleza sublime da poesia brota de uma alma apaixonada!
Renasceste mesmo!
Agora é tempo do Fenix desabrochar em todo o seu esplendor e voar sem medo como um corajoso conquistador!

As Chamas do Fénix disse...

Paula,

Obrigado pelas tuas palavras... não é necessário ser Fénix para amar...voar...renascer...tu também és Fénix... na tua esperança...

Uma grande chama...para ti Beijos

Anónimo disse...

Sabes ser fénix e reacender o fogo da paixão...
Sabes como encontrar e fazer encontrar os trilhos do amor...
Sabes que nas palavras pode traçar-se marcas de desejo
Sabes que há corpos que comunicam no silêncio do que sentem
Sabes que eu e tu somos NÓS

beijos nossos

As Chamas do Fénix disse...

Anónimo

Sei... sim ... o nós no Espírito do Fenix... é um renascer nos trilhos esquecidos da memória... recordar a sensação de um primeiro amor

Uma grande …Chama para ti… beijos nossos

kind1967 disse...

Muito bela esta poesia!
quando vejo tal obra, digo:
foi escrito com a alma!
adorei.
@driana.

As Chamas do Fénix disse...

kind1967 ...

O teu comentário também foi escrito com alma...Obrigado

Uma grande chama para ti...beijos