quarta-feira, 11 de junho de 2008

Asa Quebrada

Nos céus escuros por onde me movimento vejo luzes e
cruzes que me elevam no sentimento…
Abro as asas… sorrio … ergo-me das brasas
onde me crio…para saltar no vazio… e sentir …o toque do Luar…
Não sei viver no simples …. o complicado invade o meu ser .
.. corre pelas minhas veias, faz dos meus voos teias… Rasgo na noite linhas de luz… faço a espiral da asa quebrada…
na espera que me segures… algures na fronteira entre loucura e a razão... não é
sonho ou ilusão… são apenas as chamas do meu coração…



Beijos e Abraços


Das Chamas do Fenix

2 comentários:

Paula disse...

São as situações e as pessoas complicadas, complexas, que nos desafiam, que nos estimulam para a vida!
É com elas que se faz real a primordial função da existência humana que é a aprendizagem!
Objectivo dessa aprendizagem?
Tornarmo-nos melhores do que efectivamente já somos! Permanecer sempre de coração aberto aos outros! E nunca anular os nossos sonhos! Nunca!
Asa quebrada? Podemos ter alturas da nossa vida em que o nosso voo é mais pequeno, apenas do solo ao cimo de uma árvore! Mas a asa curar-se-á! E então levantaremos voo por planaltos e montanhas, como águias poderosas e em perfeita liberdade!

As Chamas do Fénix disse...

Paula,

Não concordo com tudo o que dizes..fazes ou pensas...mas existem coisas em que te tenho de dar a razão...deve ser a voz da consciência...

Uma Grande Chama para ti... Beijos

Ps: As aves não conseguimos voar para trás só para a frente