segunda-feira, 28 de julho de 2008

2 Sentires um Poema, 2 Corações 1 Destino

Soprou o vento na janela entreaberta...
soou a voz que da consciência em mim desperta!
Brincam as tuas mãos no contorno do meu corpo
criam em mim sonhos que de ti usurpo…

Teias vagas orvalhadas pelo tempo… fecham-se …
nas ameias que já não tememos…
Criação em fios de seda… pura…suave…nua …
Desta minha tesão, que sendo minha agora é tua
Nas linhas que a duas mãos agora escrevemos.

Fazemos nosso...o teu e o meu sentir
nestas palavras com que nos descobrimos!
Deitas em mim o teu desejo...a sorrir
...sentes ardente a brisa que tanto amamos.

Línguas entrelaçadas no murmúrio das bocas
Silêncios quebrados pelo vento das historias
Em que almejamos o vibrar das nossas glórias
Sempre no meu sentir com que o teu tocas…

E...tornam-se errantes os nossos seres
pensamentos soltos em fios de mel...
Liberta-se a paixão em dedos céleres
sabores de teu corpo apetecível...

Acaricio o que sem nunca ter… recordo
No lago que em ti criei e em que me afogo
Unhas que lavram nas costas do meu fogo
Sempre que por ti… em nós acordo.

És manto de ternura na cama em que me deito
Hino de esperança que em mim despertas
Toque de amor…faz o meu e teu deleito
Neste trilho pleno de ardor e descobertas!

És gruta que bem fundo… descubro
És as notas da melodia esperada
Toque de flor que me deixa ao rubro!
Neste caminho sem encruzilhada…

Poderá pensar quem olhar… que estranhas linhas!
Somos nós…apenas… em nossas entranhas
A fazer sentir a quem nos leu…
Que sorte o teu destino…ser agora também o meu!

Beijos e Abraços
Das Chamas do Fénix and someone else...

9 comentários:

Paula disse...

Sabes que fiquei com a sensação forte que este poema foi escrito a dois!?
Parece que quatro mãos andaram por aqui, quanto mais não seja em espírito!
Indubitavelmente há duas almas apaixonadas que se entrelaçam nesta vida de eternos paradoxos.
Neste tumulto em que o mundo vive, só o amor faz sentido, e nos apazigua a alma.

E eu... vou ficando cada vez mais apaixonada pela tua escrita!
Pela poesia partilhamos emoções!

Beijo

Paula disse...

Esqueci-me de escrever...

Parabéns a "someone else" que contribuiu também para a realização do poema! Está também de parabéns e tem desde já a minha admiração e o meu afecto ainda que virtual!

As Chamas do Fénix disse...

Paula,

As impressões que tu tens ;o) ... ainda bem que gostaste amiga... eu e a someone else... agradecemos...

Uma grande chama para ti... beijos

Shakti disse...

Chamas de Fénix and someone else...grande entrosamento de palavras e de sentimentos que culmina num bonito poema ...

bjs e parabéns aos dois !!!

Anónimo disse...

As palavras, assim como o sentimento são nossos...lindos e cheios dessa força e desse amor que só tu me consegues transmitir.
Porque amar é partilhar...
beijos nossos

Anónimo disse...

Paula
...vou roubar um pouco de espaço para te agradecer as simpáticas palavras e dizer-te que, se não te importas retribuo a simpatia e a afecto virtuais que me ofereceste.
Fico feliz por teres gostado deste poema escrito a quatro mãos
beijos e obrigada

As Chamas do Fénix disse...

Shakti...

O comentário mesmo por debaixo do te é para ti...e o qe há mais para te dizer depois do que disse a "someone else"...faço minhas as palavras dela...
obrigado

Uma grande chama para ti...beijos

Atever disse...

Que sorte o teu destino…ser agora também o meu!

Isto, sem mais nada, é poesia!

Abraço.

As Chamas do Fénix disse...

Atever...

Acredita que é mais que poesia...

Um Grande Abraço