terça-feira, 15 de julho de 2008

O meu Tempo no teu Relogio

Contamos os minutos
Passam as horas
Momentos astutos
Que aproveitamos sem demoras!!

Sou do teu relógio os ponteiros
Que te acariciam ao despertar
Sou em segundos certeiros
Todo o tempo de te amar

Pára o tempo em mim
Sempre que me acertas
Sorrio para ti assim...
Sempre que em mim despertas!!!

Num tic tac desenfreado
Anda o relógio no inverso
Neste amor por nós criado
Neste canto do Universo…

Com ponteiro grande e pequeno
Passo tempo a em ti girar…
Nesse mostrador sereno
Que é o nosso caminhar

Todo o tempo do mundo
Sentado ao nosso dispor
Do Infinito ao segundo
Grito, eternidade é nossa amor !!!

Beijos e Abraços
Das chamas do Fénix

4 comentários:

Shakti disse...

Relógio com vida, com sentimento da tua vida...gostei imenso ...

Mais uma vez parabéns !!!

bjs

mando disse...

ganda poeta que tu me saiste!

até com o relógio fazes poemas, o que o amor faz :P

abraço do mando

As Chamas do Fénix disse...

Shakti ...

Simpatica como sempre... obrigado...

Uma Grande Chama para ti...beijos

As Chamas do Fénix disse...

Mando...

Qualquer dia faço um poema com o Mando... :-)

Um Abraço