terça-feira, 21 de outubro de 2008

Sinto sim...


Poderia no mundo reinar o silêncio… em muda presença
Poderia no mundo a palavra não passar de um símbolo sem sentido
Poderia no mundo o desalinho ser a nossa consciência
Poderia no mundo o amor ser sentimento contido!!!

Poderia coração…

Mas ainda assim poderia ouvir-te para lá da imensidão
Mas ainda assim poderia ver-te na escuridão
Mas ainda assim poderia tocar-te na solidão!!!

Porque?

Porque o meu sentir vai para além dos cinco sentidos
Poderias tu no mundo esconder-te, perder-te…esvair-te
Que ainda assim amor… eu poderia sentir-te!!!

Beijos e Abraços
Das Chamas do Fénix

7 comentários:

Paula disse...

Lindo!
Que amor grandioso por detrás deste poema!

Vasco disse...

Um sentimento sem palavras, uma dor penetrante que escorre para dentro de nós infinitamente, mas uma dor que só pode ser comparada ao prazer.
É como uma religião, a tentativa da sua descrição é redundante, mas o sentimento ao fazê-la é supremo.
Salvador, Heterónimo

Shakti disse...

Imenso sentimento exposto neste pedaço de linhas que criaste !
bjs

As Chamas do Fénix disse...

Paula...

Tão gende que as palavras ficam curtas...

Uma grande chama para ti...beijos

As Chamas do Fénix disse...

Vasco...

Encontraste a palavra certa... Relegião à que me converti incondicionalmente...

Uma Grande Chama para ti... Abraços

As Chamas do Fénix disse...

Vasco...

Encontraste a palavra certa... Relegião à que me converti incondicionalmente...

Uma Grande Chama para ti... Abraços

As Chamas do Fénix disse...

Shakti...

Pedaço de linhas saidas do novelo que é o amor...

Uma Grande Chama para ti...beijos