quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Volúpia...



Sentidos que se espelham na tua imagem
Despida de preconceitos... selvagem...
Volúpia que te torna fera indomável
Arquejos de tesão incontornável !!!
Cheiras a sexo
Sabes a sexo
Tomas o sexo
Derretes o sexo
Respiras o sexo
Recrias o sexo
E no ultimo clamor...
Abres os olhos e sopras...não foi sexo...foi amor!!!

Beijos e Abraços
Das Chamas do Fénix

5 comentários:

Anjo De Cor disse...

por momentos este poema fez.me lembrar uma música do pedro abrunhosa ... mas foi só por momentos ;)
Bjs
Sónia

As Chamas do Fénix disse...

Anjo ...

Que musica te fez recordar? A sério... gostava de conhecer essa musica...

Uma grande chama para ti... beijos

Fátimaz disse...

A simplicidade dos sentimentos permite palavras belas como estas...Adorei!!!

Bjo

Fátima

As Chamas do Fénix disse...

Fátima...

Ora ai está uma coisa que não conheço a "simplicidade dos sentimentos" essa parte em mi sempre foi muito complexa...Ainda bem que gostaste...

Uma Grande Chama para ti... Beijos

Shakti disse...

O cheiro do sexo por vezes confunde-se com o amor...ou o contrário...não sei bem ...

bjs