quarta-feira, 2 de janeiro de 2008

E já está...estamos em 2008

E é assim meus amigos mais uma madrugada de 31 de Dezembro para 1 de Janeiro se passou.
Noite de extravagâncias, noite de festa rija, noite de loucuras, o primeiro dia do ano foi preparado para nos cansar e para no segundo dia estarmos todos em estado de pré- hibernação.
Estou estourado, é nestas coisas que vejo que os anos realmente estão a passar e que embora o espírito se mantenha louco o invólucro já não é o mesmo.
Pensar que há umas horas atrás andava eu com fato preto, gravata roxa e o cabelo roxo dançando, pulando e bebendo… não há meio de este gajo criar juízo…
Mais uma vez tive de pedir em doze badaladas 24 desejos, para quem não sabe eu e as passas de uva temos uma pequena incompatibilidade então quando meto uma na boca e ainda por cima à velocidade a que nos obrigam lá vai a passar goela abaixo com um desejo depois volta para cima e volta a ir para baixo com outro desejo é lindo…
Confesso que, já experimentei como fazem os nossos "manos" espanhóis com uvas verdadeiras mas isso criou-me outro problema ainda maior, pelo que abandonei logo a ideia, é que as uvas agora devido aos avanços tecnológicos parecem ameixas e como eu não sou a Linda Lovelace (protagonista do filme Deep Thoat, conhecido em Portugal por Garganta Funda e no Brasil por Garganta Profunda) nesse ano fiquei-me pela 5ª badalada.
Consegui dormir 2 horitas no dia 1 para dar seguimento a mais uma tradição de passagem de ano, quando a festa é em casa própria ou de amigos que é o ritual de deglutir as “Sobras”, mas como temos o palato anestesiado a comida parece toda a estrear, como disse uma amiga minha onde está o "martelinho" para partir o frango, olhem que começar o ano a espancar um frango a pensar que é sapateira é triste...muito triste...
Enfim já se passou, hoje o meu povo vai passar o dia a contar a loucuras feitas (pelo menos as que se podem contar) e a tentar que as 8 horas de serviço passem em 4… meu deus porque me obrigas a beber…eu não te disse já que me faz mal...
Beijos e Abraços das
Chamas da Fénix

7 comentários:

Marta disse...

Vocês ainda comem as sobras no dia seguinte? Creduuu! Eu no dia de ontem só bebi chá!
Ai a asia mata-me...

bom ano!

O renascer da Fenix disse...

Marta...

Ai que fraquinha a minha menina... claro que comemos e bebemos ... somos alentejanos... e como se diz no comer e coçar o que mais custa é começar...

Beijos

Dualidades disse...

Agora fizeste-me sentir nostalgico... sniff... sniff... lembrei-me desse maravilhosos filmes da minha adolescência. :o)

Um bom ano para ti.

Abraço

Dualidades JP

Silvia disse...

Viva 2008, a mim foi diferente! quase não bebi, passei em família e assistimos a queima de fogos, no dia seguinte andando pela cidade vi as cortinas fechadas de todas casas e apartamentos, nenhuma alma viva na rua, senti um prazer de estar inteira...rsrsrs
foi assim que começei meu 2008 (e olha que já tive festas piores que a sua, no sentido de me acabar.)
foi assim...
você descreveu tão bem a situação que senti como foi pra você, e me lembrei de mim, em outros anos.
e é assim mesmo, kkkk comendo as sobras, numa ressaca terrível.
FELIZ 2008! e mais uma vez adoro ler você...
bjs

Gaja Boa 2 disse...

Esta tua historia é-me familiar...ai ai o dia seguinte!!!!

beijos

Maria do Consultório disse...

Se sabes que o chouriço te faz mal, para que o bebes?:)

SílviA disse...

A noite der passagem de ano é tramada...se é.lol.