sexta-feira, 25 de janeiro de 2008

O Rabo

Agora quero lançar outro tema à discussão… “O Rabo


É um mistério daqueles só superado pelo motivo de as mulheres irem aos pares ao WC….
O Rabo….
Vocês dirão em coro... Qual é o mistério do Rabo, Fénix?

E eu exponho o problema para encontrar a solução.

Porque raio as gajas cobiçam os Rabos dos Gajos?
Sim, porque?

Por exemplo, um gajo olha para o Rabo duma “Dama”, mas isso até pode ter uma aplicação prática, porque há por ai muito quem goste de entrar em casa pela porta das traseiras…
Agora o contrário… qual é a utilidade do Rabo do homem para uma mulher, será para que sirva de “puxador” na posição do missionário, ou então a mais engraçada, para aquelas que sonham em ter um homem tipo “Bimby” lá em casa onde com a mão direita engoma a roupa, com a esquerda lava a loiça e com uma vassoura no cú vai varrendo a casa…. :O)

Vá minhas lindas… para que vos serve o rabo de um gajo… sejam sinceras … e muito indiscretas

Beijos e Abraços

Das Chamas da Fénix

Ps: Os gajos também podem dar a sua ideia sobre para que serve o seu Rabo aos olhos das “Damas”…

16 comentários:

Marta disse...

Tema interessante....faz parte...
Admira-se tudo....
Bom fim de semana...
Beijos e abraços
Marta

Dualidades disse...

Quem é que não gosta de dar uma boa palmada?! Gajo ou gaja.

Dualidades JP

Afrodite disse...

eu vou pela dualidades: o rabo do homem serve sobretudo para umas boas palmadas (eu prefiro o plural).

Nunca me senti especialmente atraída pelo dito. Mulher pragmática, também nunca lhe tinha encontrado serventia até ao dia em que tive uma ideia brilhante (o que me acontece raramente, mas acontece). Mas eu conto:

Todas sabemos a obsessão que os nossos homens têm pelo nosso rabo. Todas passámos pela "seca" do"mas querida, é uma zona altamente erógena, é muito bom, e eu só quero o teu bem". E a gente, nós, mulheres (na maioria dos casos, pois parece que há quem aprecie e quem sou eu para criticar) lá vamos arranjando desculpas, umas mais simpáticas, outras menos, que e´, perdão, era o meu caso: "ma va a cagare!".
Até que mudei de técnica. "Ok, tu dizes e eu acredito. Fazemos então um trato. Eu enfio-te uma cenoura no cu. Se tu gostares, podes vir ao meu".

Remédio santo!

Zaka disse...

O rabo serve para apalpar, para dar palmadas e para completar a silhueta!

Maria Manuela (M&M) disse...

Olha Renascer, lamento imenso desiludir-te mas eu sou daquelas que quando mira um homem

primeiro, olho para os olhos, de seguida para as mãos e em 3º lugar para os sapatos.

Quanto a rabos só olho depois e numa apreciação geral do conjunto.

Agora, olhos, mãos e sapatos são deteminantes para manter ou afastar o meu interesse...


Beijos

SílviA disse...

Olha, lá...tu não gosta de apalpar rabos? Nós também :)lol.

Desvendou-se o mistério :P

Beijocas

Atever disse...

Mas o "rabo" não serve para enxotar as moscas?
Eu não tenho rabo, enxoto as moscas com as mãos. Quanto ao "rabo" a que se refere o post, o meu serve para o efeito para que deus o criou.
Como eu sou um bocado conservador (não sou naaaada! eheheh) acho que essa coisa das gajas começarem a apalpar a nossa "bunda" pode abrir precedentes perigosos. O melhor é ficarem-se pelos olhares, não vá a "coisa" dar pó torto e um gajo ainda começa a gostar.
Daaa-se!

Rita disse...

Pois eu cá sinceramente nem costumo olhar muito para o rabo até porque um encontro assim de 3º grau é de frente. Primeiro olhamos a fachada depois, se a fachada interessar é que vamos investigar o resto. É claro que ninguém gostaria de ter um gajo com rabo de puta (isto dava muito pano para mangas) nem daqueles que só por si já mereciam uma chapa de matrícula. Para finalizar eu utilizo o rabo do homem mesmo como "puxador" como tu dizes, de resto não me serve para mais nada...
Jokas

Marta disse...

NHão começo por aí! Começo pelo olhar ( não é o mesmo que olhos ) e pelo sorriso!
O rabo só quando ele está nu! :)

Parvinha da Silva disse...

Ora vinha eu aqui dissertar sobre o rabo dos homens, mas li o comentário da afrodite (não gosto da presumida e, pessoalmente, acho que não é flor que se cheire, mas, adiante e mais não digo pois não sou mulher do leva a trás ou do leva e traz, sei lá, que é como quem diz, do diz-que-disse) e lembrei-me de uma ´cena’ passada comigo há uns tempos.

Tomava café sempre no mesmo bar, num Centro Comercial de Lisboa. Por sinal, o dono era um adepto do uso do seu - aquele cujo tema está em apreço -, mas isso agora não vem ao caso. A Lina, a empregada, fazia jus às anedotas das louras. Linda, mas burriiiinhaaaa! Passei horas a explicar-lhe que, tendo embora um dr, não era médica. Infrutiferamente. Desisti. A Lina estava grávida. Um dia, quando me viu entrar, disparou: “ainda bem que veio, doutora Parvinha, que eu preciso perguntar-lhe se, neste estado, posso fazer por trás. Aflita, fiz-lhe sinal para vir à minha mesa. O meu acompanhante tomou a dianteira (salvo seja) e explicou que se tratava de dois compartimentos diferentes, blá-blá-blá, em suma, nada a obstar, antes pelo contrário” E aqui saltou a minha forte consciência de classe: “Ouve, Lina, não há mal nenhum, contudo, tu nunca, mas nunca o deves fazer só porque o teu marido quer. Só se te for agradável. Ouviste? SO SE TE FOR AGRADÁVEL!!!!!”

E a Lina lá se foi para detrás do balcão, por sinal um bocado longe da minha mesa. O café estava cheio. Passa-se algum tempo, saboreava eu o meu belo cigarro e oiço a Lina a berrar-me: “Sabe, doutora Parvinha, desagradável, desagradável não é, mas dá-me cá uma vontade de cagar”!

Atever disse...

Parvinha da Silva:
É caso pa perguntar: - e a parvinha sou eu? euhm euhme euhem (eheheh)
Eu tive um colega, há muitos anos (e era colega mas de trabalho, ok?) que "pegava de empurrão" e dizia: à entrada sentem-se umas intermitênciazinhas, mas à saída é como quem está cagando.
Daaa-se, ó Fénix, mas que porra de conversa que tu havias de arranjar, com esta brincadeira dos "rabos".
Ainda somo banidos da blogspot eheheh.

Charmoso disse...

Oh Fenix, tu nem pareces gajo pá!

Então é lógico que o rabo dos homens está para as mulheres como o rabo das mulheres está para os homens!

É tudo uma questão visual, genética e instintiva. O nosso cérebro admite instintivamente que oa pessoas com melhores rabos são mais aptas a prácticas sexuais.

Aprende que eu não duro sempre

abraços com charme

Gaja Boa 2 disse...

Bem...um bom rabo é sempre bom de se ver...não o uso para nada a nao ser puxador...hehehhee
Mas que adoro um rabo bem feito, lá isso!!!!

beijos

Parvinha da Silva disse...

olha, atever,

isto das conversas é como as cerejas e, então, lembrei-me daquela cena de sexo oral... O quê, Fénix? Não posso contar? Mas que merda vem a ser esta? Está fora do contexto? Desculpa-me, ó meu, mas merda e rabo tem tudo a ver! Ah, não possdo falar é do sexo oral, esse é que está fora do contexto? Fora do contexto o tanas!
Censura! Isto de não me deixarem aqui falar de sexo oral é censura, fónix!

TÁ MAL!

mjf disse...

Olá! "O rabo" é uma parte sensual, para o homem e/ou para a mulher...
Mas eu valorizo mais, á primeira vista: um belo sorriso ( com uns belos dentes), umas mãos longas, o olhar...e não esquecendo o sentido de humor, apurado, que é um sinal de inteligência
"os rabos" aprecio-os mais nos modelos fotograficos, modelos de "passerele", acho que têm mais para admirar.. do que para uso próprio!!!
Mas isto ...sou eu a pensar em voz alta!!
Beijos

Azul disse...

Ah pois, é : quem é que não gosta dum bom "tapadinha"?!?
gaijo que é gaijo tem que ter rabo para encher as calças.
MAI NADA.