quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

Sou...

Sou um anjo caído, sem asas para voar, sou um ser sentido, que se perde num olhar… Sou das trevas nascido, sou ave irreal, sou Fénix renascido, sou grão de areia no areal… Sou por vezes incompreendido, na minha forma de amar, quando em chamas me envolvo e parto à noite ao luar… Sei que sou perdido, nestes voos sem sentido, pois não sei se consigo o meu fogo controlar Sou predador e presa neste jogo do amor… onde por vezes magoo uma ou outra flor… A tua forma de amar é diferente da minha, tu escolheste o sonhar eu escolhi o ter-te nua… Sou aquele por quem chamas, sou o fogo que tu sentes, sou o jogo que reclamas na confusão das nossas mentes… Sou um Quixote, um caminhante de trilhos, sou um louco, sou um amante, que nada nem ninguém prende com atilhos… mas isto sou só eu…ou talvez não…
Beijos e Abraços
Das Chamas da Fénix

8 comentários:

Peregrino disse...

Tu um anjo? hahaha. Ouve parece-me pela escrita que estás meio ... confuso mas mais uma voltas a surpreender pela prosa. quando acabamos de ler não pudemos deixar de rever-nos um pouco no que escreves. Resumes o que somos e o que sentimos. Gostei verdadeiramente.
Afunal defines algumas das facetas essência humana.

Um Grande abraço e "keep going"

Peregrino disse...

depois de reparar nos erros do meu texto anterior ( escrito à pressa que tenho de bulir) não posso deixar de vos enviar uma graça:

O nosso cérebro é doido !!!

De aorcdo com uma peqsiusa de uma uinrvesriddae ignlsea, não ipomtra em qaul odrem as Lteras de uma plravaa etãso, a úncia csioa iprotmatne é que a piremria e útmlia Lteras etejasm no lgaur crteo.
O rseto pdoe ser uma bçguana ttaol, que vcoê
anida pdoe ler sem pobrlmea. Itso é poqrue nós não lmeos cdaa Ltera isladoa, mas a plravaa cmoo um tdoo.


Fixe seus olhos no texto abaixo e deixe que a sua mente leia corretamente o que está escrito.

35T3 P3QU3N0 T3XTO 53RV3 4P3N45 P4R4 M05TR4R COMO NO554 C4B3Ç4 CONS3GU3 F4Z3R CO1545 1MPR3551ON4ANT35! R3P4R3 N155O! NO COM3ÇO 35T4V4 M310 COMPL1C4DO, M45 N3ST4 L1NH4 SU4 M3NT3 V41 D3C1FR4NDO O CÓD1GO QU453 4UTOM4T1C4M3NT3, S3M PR3C1S4R P3N54R MU1TO, C3RTO? POD3 F1C4R B3M ORGULHO5O D155O! SU4 C4P4C1D4D3 M3R3C3! P4R4BÉN5!

O renascer da Fenix disse...

Obrigado pelas tuas palavras, fica descansado ue eu vou continuar por aqui a fazer por vos dar cabo da cabeça...
Por falar em cabeça, o nosso cerebro é realmente o melhor computador do mundo, não sei se reparaste da semelhança no texto dos 5-S, 4-A, 3-E, 1-I...

Um Abraço

Silvia /('.')\ disse...

adorei isto! :)
maravilhoso....
gostei principalmente da parte que você diz:-mas isto sou só eu…ou talvez não…
porque não podemos ser absolutos, somos relativos, as vezes, a imagem que temos de nós mesmos, pode ser totalmente diversa daquele que nos ama, mas nem por isso estamos presos a isso, a ponto de não nos modificarmos, temos nossa personalidade, gênio, mas sabemos adequar para saber amar e sermos amados
enfim, eu adorei este texto Fénix.

Dualidades disse...

Se tu o dizes! :o)

Dualidades JP

Ana Luar disse...

Concordo plenamente com o peregrino... Anjo????? Hummm a mim não me enganas tu. rsrsrsr

Brisa disse...

Não tens asas?? Para que te serve a imaginação?? Quando conseguimos que a nossa mente consiga voar, o corpo torna-se num mero acessório!

Atever disse...

Phonix que isto por aqui trabalha-se. E trabalha-se bem, porque isto é obra de "alta costura".
Mais uma vez parabéns.
Um abraço.