quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

Na consciência...

Na consciência do que sei, sei que do pouco que sei, que a consciência é coisa madrasta, que nos alivia ou nos arrasta… Dizem que tem voz, interior ou exterior, eu aqui onde me estou serei mouco, ou então simplesmente louco, mas essa voz nunca ouvi e sinto que por isso nada perdi…

Vivi como vivi, vivo como vivo, sinto que cresço não que envelheço, sobrevivi e sobrevivo não como muitos que conheço que se entregaram à consciência, serei louco, paciência, sou como sou, porque assim me criei, sou como sou porque amo e amei, odeio e odiei…

Ser como sou, não será coisa viável, mas quem disse que ser o que sou é coisa desejável…a consciência será real? ou porque simples demência, mas nunca chegara à ser lealdade e decência… Sou o que sou, porque fui o que fui, e há quem nela encontrou a alegria como resultado… Nesta vida que vivo, livre ou atado em consciência te digo que me sinto amado…
Beijos e Abraços
Das Chamas da Fénix

10 comentários:

CresceNet disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my site, it is about the CresceNet, I hope you enjoy. The address is http://www.provedorcrescenet.com . A hug.

Silvia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Silvia disse...

Olá!
a consciência é mesmo algo muito estranho, muitas vezes ela interfere,como um limite de nossos atos.
diferente de você, a minha consciência quase sempre dita as regras. ou a consciência seria nosso próprio eu? é um tema difícil de se abordar.
na verdade, pensando bem, acho que na maioria das vezes eu a ignoro, não sei! isso é muito complexo.acho que você disse tudo, com ou sem ela, amamos e odiamos, vivemos!!

Silvia disse...

A consciência seria aquilo que sei de mim, do outro, da realidade, a transcedência, os valores que reconhecemos, e os valores que projetamos para o futuro.
bjs:)

Dualidades disse...

Tu andas a desperdiçar-te nestas coisas dos blogs!

já pensaste em escrever um livro de poesia?!
Há por aí muitos à venda de qualidade bem inferior!

Abraço

Dualidades JP

Maria Manuela (M&M) disse...

E quando ignoras o que a consciência te diz.....

O resultado não pode ser bom.
bj

Rita disse...

Para mim consciência é o cabrão do Grilo Falante que passa a vida a azucrinar os cornos ao Pinóquio...
Jokas

O renascer da Fenix disse...

Silvia...

A consciência não será mais doa que aquilo que gostariamos de ser se na nossa alma quem orientasse fosse a decência e a honestidade...
A tua constribuições a este blog são sempre fantasticas...

Beijos

JP

E quem pagava depois as facturas da água,luz, telefone... Poetas há muitos, com a barriga cheia ... nem tantos...

Um Abraço e o meu blog é mesmo para isso assim lês, gostas e não pagas...

M&M

E quando ignoras o que a consciência te diz... ou sai merda ou és feliz... assim é que é

Beijos

Rita,

Mas o pinoquio tinha cornos???? Estou chocado

Beijos

Gerlane disse...

Se ao final disso tudo, tu te sentes amado. Então, meu rapaz, é isto que importa!

Beijos!

sou chifre de unicórnio, asas de fadas, coração de dragão... disse...

SE CHOREI
OU SE SORRI
O IMPORTANTE É QUE
EMOÇÕES EU VIVI...