sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Mente Adormecida...

Perco tempo pensado no supérfluo que em mim retenho
Não tenho outra alternativa que não seja resistir....
Queria eu poder desenhar na vida o que em mim não tenho
Ficar firme ... mesmo quando a alma teime em fugir

Mas sou assim, nasci assim, criei-me assim e assim irei morrer
Novelo de fios entrelaçados num emaranhado de sentimentos
Somatório de pedaços de carne, de sonhos, de vida a escrever
Matizadas nas páginas virgens de histórias... momentos !!!

Inspirações que afluem e partem por outros controladas...
Disjuntivas, falta de alternativas que caem como prantos...
Frases soltas em bocas presas ... línguas cortadas
Espíritos presos em mentes castradas de encantos!!!

Olho em redor procuro dentro de mim uma solução
Percorro os dédalos da minha mente adormecida
Fumos preenchem os espaços vazios da imaginação...
Criando a imagem da alegria um dia em mim perdida!!!

Beijos e Abraços
Das Chamas do Fénix

5 comentários:

Paula disse...

Deus!!!
Tu pensas e escreves à velocidade da luz!
Começo a ter dificuldade em acompanhar-te nesse teu desabrochar de poesia!
Terei de navegar numa nave espacial um pouco mais trás de ti!
Mas segue em frente!
Traçaste o rumo certo!

Borboleta Selvagem disse...

O teu pensamento é forte, maduro, sensível e objectivo...
Espero que estes te sejam positivos e te levem a algum lugar... Bjo

Fátima

Azula disse...

Hello Amigo.

Estou aqui:

http://afaltaquefazumbide.blogspot.com/

Jokas!!!

VERA ( ex- Azul)

Shakti disse...

Pensamento forte embora ainda algo resvalado ...
Olha bem a teu redor...que de certeza encontras o que procuras !!

bjs

AnaMar disse...

Hoje é um daqueles meus dias em que me sinto amorfa e quase indiferente.
por isso, não lanço chama que consiga aplaudir o teu belo poema.
voltarei em dias melhores.
Abraço