segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Upsss… não tenho dinheiro… vou ali ao banco já volto!!! Bang Bang


Coisa “málinda” este meu pais à beira mar plantado… então não é que no mundo do faz de conta já se dão tiros à séria…

Discurso… num qualquer café da “Portuguelândia”…

-Desculpe quanto lhe devo?
-O Café são 0,55€ …
-Upsss.. não tenho… aguarde só um minuto que eu vou ali assaltar um banco… já volto… bang bang

E de quem é a culpa?

Uiiii… de tanta gente… mas principalmente nossa porque não pedimos o estatuto de refugiados políticos à Espanholândia.

Temos Governos que fazem leis e mais leis e mais leis… (parecem promoções de Leis a metro) que só complicam a vida aos cidadãos cumpridores e PAGADORES, porque quem é fora da lei e está habituado à vida do crime quer lá saber do agravamento das penas… rouba e mata na mesma… não é por existir pena de morte nos EUA que deixaram de existir homicídios pois não?

Temos forças de Autoridade mal equipadas, mal preparadas, mal orientadas… e sobretudo mal apoiadas… em todos os sentidos…
Aqui confesso, que se fosse membro destas forças policiais e soubesse que antes de preencher o auto de detenção já o “Dalton” estava na rua… em vez de o prender o que poderia fazer era gritar-lhe “Hey… vê lá se foges pela rua à tua direita não seja que vás encontrar os meus colegas e dar-lhes trabalho… “
Desde que os nossos ““Sheriffs” se tornaram autenticas máquinas de caça à multa, esqueceram para que servem aqueles objectos que pendem dos cintos da “Gucci” que timidamente levam à cintura… ora bem … servem para fazer dói dói nos maus… e quem são os maus? – são aqueles que têm brinquedos melhores que os vossos e que normalmente fogem em direcção contrária à vossa.

Depois também temos os nossos “Man in Black” que vagueiam pelas salas dos tribunais como autênticos semideuses (na cabeça deles como Deuses…pudera também eu, com tanta regalia olha o altar que me fazia), aplicando a lei … pois é aplicando a lei… dos imperfeitos homens … funcionam como autênticos tira nódoas, pois para retirarem de circulação uma nódoa pequena normalmente criam à sua volta uma maior… conseguem por na rua um fora da lei mais depressa que o lucky luke saca o revolver…
Gostava eu de saber onde é que estes homens estacionam as naves espaciais… tenho por palpite que por detrás da sua associação SINDICAL… um aparte para quando o sindicato do “Presidente da Republica” e o Sindicato do “Presidente da Assembleia da Republica” ? Começam a fazer falta…

Temos também ainda os defensores dos direitos dos animais… que gostam muito de aparecer nas TV’s dotados de um intelectualidade sobrenatural… a defenderem comportamentos menos próprios dos “Dalton’s” porque “tadinhos” a culpa não é deles é da avó deles que não acarinhou em criança o pai deles… dizem estas coisas bonitas de puxar a lágrima ao canto do olho… Temo que nunca tiveram com uma arma apontada à cabeça ou com a sua linda casita invadida… ah pois é?
Por instantes, observando atentamente alguns dos discursos destes “Iluminados”, podemos concluir que, num assalto que não existiu à umas semanas atrás os reféns eram voluntários… e que os sequestradores foram obrigados a fazer o que fizeram (porque na verdade não queriam) simplesmente porque os clientes do banco não estavam armados e eles sim… e isso não é coisa que se faça…bem feita.

Meus senhores… existe uma coisa que se chama LEI… é má todos sabemos… e ainda é mais má, porque a venda nos olhos da justiça está feita num trapo… com buracos estrategicamente colocados, não seja que a sua espada acerte em alguém que tenha dinheiro para pagar um bom advogado…mas paciência, é a que temos e se uma pessoa mata ou rouba… o credo… a cor da pele … o sotaque… não devem ser atenuantes… paga como tem de pagar… é a vida…

Enfim, mas como todos sabemos a “Porteguelândia” não existe… e tudo o que acima relatado é ficção e qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência … se o Rodriguez e o Tarantino soubessem que este pais realmente existia já não queriam outra coisa...

Ena, ao tempo que não tinha um ataque de loucura deste… bolas…



Beijos e Abraços
Das Chamas do Fénix

17 comentários:

Shakti disse...

Não coloco a culpa em ninguém ...apenas no sistema...estamos a caminhar a passos largos para a decadência como pátria...infelizmente...

bjs

As Chamas do Fénix disse...

Amiguinha... e quem faz o sistema? Ao acaso não somos todos nós directa ou indirectamente?

Uma Grande Chama para ti...Beijos

Gerlane disse...

Xiiii! Muda o continente, mas a natureza humana é a mesma.

Obrigada, querido amigo, pela visita tão agradável.

Beijos pra ti!

Paula disse...

E o que é que o senhor quer que façamos? Uma manifestação pela avenida da liberdade acima, para chamar a atenção do que os nossos governantes já sabem?
Tem de se apostar na prevenção e não tentar solucionar situações que de solução já não têm nada a partir do momento que acontecem!
Os nossos governantes têm de estar atentos e agir sobre as injustiças sociais que cada vez mais estão a criar vidas insustentáveis.
O criminoso nunca o seria se tivesse apoio atempado.
Concordo que temos de tomar atitudes eficazes e determinadas em relação à onde de criminalidade que impera por todo o lado!

Gostei do texto.

As Chamas do Fénix disse...

Comentário...

Falar de violência chama mesmo a atenção... hoje publiquei 2 texto... o poema nem o viram ehhehehe...

As Chamas do Fénix disse...

Gerlane...

Não tens de agradecer pois é sempre um prazer ler-te...

Uma grande chama para ti... beijos

As Chamas do Fénix disse...

Paula...
Pequenas coisas podem fazer diferença...
1º Jornalismo de qualidade onde as forças da lei sejam respeitadas e se estas actuarem de forma mais firme não se ponham a defender os fora da lei como se fossem uns santinhos…

2º Um ministro da administração interna que se esteja a marimbar para a popularidade e simplesmente diga… resolvam o problema à moda do que foi feito em Nova York com o Rudolph Giulliani

3º Que os políticos pensem um pouco… podem existir muitos fora da lei sem escrúpulos… mas os homens de bem sempre serão mais… e dão mais votos
É bom que pensem que os homens de bem não podem sentir que as forças da autoridade que os deviam proteger … não têm autoridade… que sintam que estão entregues à sua própria sorte na defesa dos seus bens e dos seus entes queridos… pois … existem muitas armas legais neste pais… mesmo muitas… armas que por serem legais não quer dizer que não matem ou firam… e que existem muitas pessoas que sabem utilizar essas armas… e que muitas armas e muitas pessoas assustadas… podem vir a revelar-se um problema muito difícil de gerir…
Tomar a justiça pelas nossas mãos nunca… mas por muito que tente não consigo colocar-me contra aqueles que pura e simplesmente defenderam o que era seu…

Uma grande chama para ti… Beijos

Pandora disse...

O problema da criminalidade, que cada vez é mais, não está na falta de justiça ou de segurança. O problema vem muito mais de trás, vem da educação, a maioria dos criminosos não teve acesso à educação, e porquê? Pela pobreza, pelas familias não terem condições de dar educação/estudos aos filhos.
Concluíndo, pobreza gera criminalidade. Vivemos numa sociedade cada vez mais pobre e com mais criminosos.

Beijos

As Chamas do Fénix disse...

Pandora…
No tempo dos teus pais… dos meus pais… poucos tiveram direito à educação (se te referes à escolaridade, mas a isso eu chamo formação) … eram pobres pelo menos os meus… e as pessoas roubavam quando roubavam para comer…não para ter luxos.
Hoje não se rouba para comer… hoje dás um tiro no homem da gasolineira porque queres ser rico … queres ser o mais “cool” do bairro, queres um carro topo de gama e tudo o que os ricos têm direito… é diferente muito diferente…
E o problema pode estar sim na Justiça… porque quando vês todos os dias na comunicação social o “Peixe Graúdo” a roubar aos milhões e a ficar impune só porque tem as costas quentes e pode pagar um bom advogado então porque não tentar a tua sorte… o exemplo tem de vir de cima… nunca te esqueças que a justiça é cega… mas que quem a aplica não …
Perdeu-se ou está a perder-se o respeito pela vida humana… e ai é que está o problema… a vida é um bem precioso e ninguém tem o direito da roubar de ninguém porque não é uma coisa recuperável…
Pobreza não é igual a crime… a desigualdade, a diferenciação de tratamento em igualdade de circunstâncias… a injustiça são sim fomentadores…potenciadores de crimes

Uma grande chama para ti… beijos

mando disse...

heheheh agora fiquei surpreso um post sem poema hehehe

Abraço

As Chamas do Fénix disse...

Mando...

2 dedinhos mais abaixo está o poema... ;o)

Uma grande chama para ti... abraço

Fénix disse...

Caro conterrâneo,
A lei se é cega ou não, não sei. Buracos na venda? Olha eu acho é que a amordaçaram toda de vez e levaram-na para algum sitio oculto. lol
Fora de brincadeiras, parece-me que queres dizer que não são só os de fora que cometem crimes, também os de dentro. É verdade, como não poderia ser, mas pensemos uma coisa, os assaltos, as agressões são muito mais vezes feitas por cidadãos de outra nacionalidade que não a portuguesa, ou em maior proporção. Este pobre país está condenado a errar nas suas decisões (a nível fronteiriço), até se tornar definitivamente província de Espanha.
Quanto aos policias... Eles têm brinquedos engraçados, usá-los é que não! É simples se eles matam alguém é uma chatice, um escândalo em toda a média, ao contrario será se o criminoso o fizer. Mesmo assim para atirar contra um criminoso deve ser necessária ordem para tal…
(Têm que usar uma espécie de SIMPLEX na justiça! - Damos esta ideia ao Sócrates e ele cria logo um programa chamado Robocop - para contrastar com os nomes “mediáticos” que dão a determinadas taxas).

Rita disse...

O problema não é as leis porque as nossas leis até são boas o problema está na aplicação das mesmas. Aplicação esta que normalmente depende de um juíz (entre outros intervenientes) que, pode estar mal disposto ou bem disposto ou com mau humor ou com o periodo...
Jokas

As Chamas do Fénix disse...

Fénix…

Caro Homónimo
…tens toda razão… seja nacional ou estrangeiro a mim pouco me importa… tem é de ser feita justiça sem contemplações…deixarmo-nos de elitismos…e falsas moralidades… o politicamente correcto tem de terminar…a continuar assim qualquer dia vai aparecer outro Salazar a prometer segurança às pessoas e vai colocar tudo na linha a bem ou a mal… e ai vamos ficar todos bem pior…

Uma grande chama para ti… Abraços

As Chamas do Fénix disse...

Rita…
Concordo contigo as leis até não são de todo más (embora as leis portuguesas tenham sempre uma porta escondida para permitir a fuga aos mais abastados… o que é compreensível se eu fizesse leis nunca faria uma onde eu próprio me pudesse ver entalado :o)…
Quanto aos meritíssimos, pois para as questões da disposição o melhor mesmo é antes de pronunciarem sentenças enfiarem um Tampax (quero um Rappel de 5% em Publicidade) num qualquer orifício corporal disponível… é pró menino e prá menina… assim, sempre poderão… ir à praia… à piscina… andar de bicicleta ou a cavalo… sempre que quiserem… e quem pode ficar mal disposto com essa vidinha… ;o)

Uma Grande Chama para ti … Beijos

Rita disse...

Queres o rappel em valor ou em produto???
Jokas

As Chamas do Fénix disse...

Rita...

Depende!!! Sabes qual a cotação do Tampax no mercado negro... desculpa vermelho? :)

Uma Grande Chama para ti... Beijos